Imputado por caso, a Odebrecht pagará mais de 1 milhão de dólares no Panamá

Um tribunal do Panamá validou um acordo entre o Ministério Público e um acusado no caso Odebrecht, que pagará mais de US $ 1 milhão graças a um acordo de penalização e à comutação de 42 meses de prisão por uma multa, informou hoje o órgão judicial.

Panamá, 20 de novembro (EFE) .- Um tribunal do Panamá validou um acordo entre o Ministério Público e um acusado no caso Odebrecht, que pagará mais de US $ 1 milhão graças a um acordo de penalização e a comutação de 42 meses de prisão por uma multa, relatou o Poder Judiciário hoje.

A audiência foi realizada na sexta-feira passada no Tribunal Penal Twelfth de Panamá, que validou a aprovação do acordo nº 6 de 22 de setembro de 2017 entre o promotor especial contra a corrupção, Zuleika Moore, e a defesa técnica do acusado, cuja identidade não era revelado.

"O colaborador forneceu informações de grande importância para a investigação, aceitou sua responsabilidade criminal e, por sua vez, detalhou isso através de uma corporação em seu nome recebeu milhões de dólares do AEON GROUP INC., que foi controlado pela chamada caixa 2 da Odebrecht, utilizada para o pagamento de subornos aos funcionários públicos panamenhos, entre eles ex-ministro das Obras Públicas, Jaime Ford, que recebeu US $ 2 milhões. "

Isto foi indicado na segunda-feira por uma declaração do Poder Judiciário, que acrescentou que a audiência de A validação foi realizada de forma reservada para garantir a proteção do colaborador.

A pena imposta pelo Tribunal sobre o acusado foi de 42 meses de prisão, a desqualificação para exercer funções públicas para o mesmo período "e o retorno ao Estado panamenho" de 1 milhão de dólares pagáveis ????no prazo de 6 meses para o Tesouro Nacional, de que já depositou $ 350.000.

Mas a defesa pediu a substituição da pena de prisão por dias de multa, o que não foi contestado pelo MP, "sendo em 250 dias de multa a uma taxa de 64 dólares cada um, que faz um total de US $ 16.000, que deve ser pago ao Tesouro Nacional dentro de um ano, e se não for cumprido, deve entrar em uma prisão ", as informações indicadas. judicial.

Em 15 de novembro, o Poder Judiciário informou que seria realizada uma audiência para validar as declarações de um envolvido no caso da Odebrecht, agendado no dia seguinte, tinha sido adiada para uma nova data e seria realizada por razões de segurança a portas fechadas e não publicamente, como originalmente anunciado.

O duodécimo Tribunal Penal de O Panamá, liderado pelo magistrado ?scar Carrasquilla, também validou um acordo de colaboração efetivo entre o Ministério Público Anti-Corrupção ea Odebrecht em 9 de novembro, que inclui o pagamento de uma multa de 220 milhões em um período de 12 anos eo arquivo do caso no Panamá contra a empresa e seus ex-diretores neste país por terem colaborado.

Carrasquilla validado Além disso, os depoimentos de Andre Rabello, que liderou as operações da Odebrecht no Panamá há vários anos e de dois operadores financeiros da empresa Olivio Rodrigues Junior e Luiz Eduardo da Rocha Soares e arquivou os casos contra ela por lavagem de dinheiro, entre outros crimes. Naquela audiência, o promotor revelou que Rabello confessou ter pago mais de 80 milhões de euros. dólares para funcionários e indivíduos panamenhos, deles cerca de 55,8 milhões de dólares para dois filhos do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (2009-2014).

Rabello, em um videoconferência do consulado panamenho em São Paulo, ratificou os dados oferecidos pelo Ministério Público panamenho, em que apontou para os ex-ministros de Martinelli -Frank De Lima, Demetrio Papadimitriu e Jaime Ford - recebendo ilegalmente dinheiro da empresa de construção.

Também para José Domingo Arias (ex-candidato presidencial), que de acordo com Rabello recebeu 10 milhões dólares para sua campanha para a presidência, em 2014.

Para o caso dos subornos de Odebrecht, 63 pessoas são processadas no Panamá, incluindo os dois filhos de Martinelli, em há uma ordem de busca e apreensão.

Odebrecht, que chegou ao Panamá em 2006 e tem 8 mil trabalhadores no país, é o principal contratado do Estado panamenho e Atualmente, executa obras por mais de 3.000 milhões de dólares, de acordo com dados oficiais.

EUR/USD

EURUSD=X

1.1747 0,00 -0,24%
USD/CHF

CHF=X

0.9581 0,00 -0,09%
GBP/USD

GBPUSD=X

1.3067 -0,02 -1,54%
USD/JPY

JPY=X

112.5670 +0,09 +0,08%
USD/CNH

CNH=X

6.8451 +0,01 +0,15%
USD/CAD

CAD=X

1.2912 +0,00 +0,06%
IBEX 35

^IBEX

9590.40 +6,70 +0,07%
IBEX MEDIUM..

INDC.MC

15377.30 -38,40 -0,25%
IBEX SMALL ..

INDS.MC

7490.80 +5,90 +0,08%
IBEX TOP DI..

INDD.MC

3047.90 +1,80 +0,06%
FTSE LATIBE..

INDB.MC

1249.20 +9,20 +0,74%
FTSE LATIBE..

INDL.MC

8444.10 +226,10 +2,75%
Abertis Inf..

ABE.MC

18.36 +0,00 +0,00%
Actividades..

ACS.MC

37.83 +1,03 +2,80%
Acerinox, S..

ACX.MC

12.24 -0,03 -0,24%
AENA, S.A.

AENA.MC

150.45 +4,75 +3,26%
Amadeus IT ..

AMS.MC

78.26 +0,46 +0,59%
Acciona, S...

ANA.MC

75.86 -0,12 -0,16%
Financial S..

XLF

28.74 -0,11 -0,39%
VanEck Vect..

GDX

18.78 -0,15 -0,79%
SPDR S&P 50..

SPY

291.99 -0,22 -0,07%
Vanguard FT..

VWO

41.80 +0,17 +0,41%
Direxion Da..

TZA

8.24 +0,12 +1,48%
Utilities S..

XLU

53.06 +0,22 +0,43%